Full Commerce: entenda o que é e porque é tão essencial para o sucesso de um negócio

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Pessoa atuando e trabalhando com o full commerce

Cuidar de uma empresa não é uma tarefa fácil. Fazer a gestão de um negócio requer dedicação, paciência e muito jogo de cintura para lidar com as situações adversas que podem surgir, principalmente no meio digital.

Apesar do comércio eletrônico ter ganhado maior relevância no Brasil nos últimos anos, ainda existem muitos empresários que possuem dúvidas e dificuldades na hora de fazer a gestão de lojas online.

Por isso, diante das inúmeras tarefas que um empreendedor precisa realizar, surgiram alternativas que podem ajudar os lojistas nas mais diversas atividades, especialmente na gestão dos negócios virtuais.

O full commerce é um exemplo disso. Esse modelo de negócio pode auxiliar os empreendedores de diversas formas a alcançar o sucesso das organizações. Quer saber mais? Continue lendo.

O que é full commerce?

Para começo de conversa, o full commerce diz respeito a um modelo de negócio que corresponde a um serviço de terceirização para diferentes áreas, com o intuito de apoiar as operações de uma empresa.

Assim, o full commerce surgiu com o objetivo de suprir algumas dificuldades que os empreendedores tinham em relação à gestão dos seus comércios eletrônicos. Dessa forma, a partir desse modelo as dificuldades dos gestores puderam ser resolvidas graças ao modelo de terceirização.

O despreparo dos empreendedores, principalmente nesse meio digital, leva muitos comércios virtuais à falência. Com o full commerce, o empreendedor passa a contar com ferramentas adequadas para direcionar toda a operação do e-commerce para soluções ágeis, que podem auxiliar na comunicação entre a empresa e o mercado.

Para que serve o full commerce?

Como falamos anteriormente, com o full commerce os setores do comércio eletrônico podem ser terceirizados, com o intuito de otimizar e profissionalizar as operações, cuidando do seu e-commerce de maneira profissional e especializada, tendo como prioridade os resultados.

Dessa forma, diversas atividades podem ser realizadas de forma rápida e inteligente pelo modelo full commerce, dentre elas podemos destacar:

 

  • Administração: da gestão da loja virtual aos serviços de contabilidade;
  • Implantação: que corresponde aos serviços de design da loja online, a criação do site, blog ou plataforma de desenvolvimento do marketplace;
  • Operação: que diz respeito ao suporte e atendimento ao cliente, segurança digital, embalagem, logística e distribuição.
  • Planejamento: da criação do plano de negócio e consultorias;
  • Marketing: equivalente a criação e divulgação de campanhas e anúncios, utilização de estratégias de Inbound Marketing e SEO (Search Engine Optimization) que compreende um conjunto de técnicas para melhorar a posição de um site nos buscadores.

 

Sendo assim, com o full commerce é possível terceirizar toda a consultoria, criação, operação, segurança digital, formas de pagamento e análise de resultados de seu e-commerce.

Dessa forma, o full commerce pode oferecer o melhor dos dois mundos: o empreendedor não vai precisar se preocupar tanto com as questões operacionais do negócio, ao mesmo tempo que o cliente passa a contar com uma experiência cada vez mais positiva ao realizar as compras.

5 benefícios de utilizar o full commerce

A utilização do full commerce pode trazer inúmeros benefícios para os lojistas. Isso porque, as empresas que prestam serviços online devem estar preparadas para suportar a expansão do comércio digital. Diante disso, reunimos abaixo 5 vantagens de utilizar o full commerce no seu negócio.

 

Monitoramento

Para quem deseja realizar o monitoramento da loja online de uma forma facilitada, o modelo full commerce pode ser uma ótima opção. Isso porque, por meio dos dados gerados pela empresa terceirizada, o gestor pode observar o que tem sido positivo e o que precisa ser melhorado na organização

Com o monitoramento, por exemplo, você consegue perceber quais operações podem estar ocorrendo de forma atrasada ou de maneira incorreta. As informações provenientes do monitoramento da empresa terceirizada podem trazer dados mais pertinentes. E, a partir disso, será possível buscar soluções pontuais para os problemas.

 

Resolução dos problemas

Muito relacionado ao ponto anterior, a resolução de problemas fica cada vez mais fácil com o monitoramento do full commerce. Ao contar com a gestão de um profissional de e-commerce, vai ser possível descobrir os problemas que existem na sua loja virtual, para que possam ser solucionados.

Por isso, os comércios virtuais precisam de soluções práticas para que possam se manter operando. Logo, contar com profissionais especializados para cada área do comércio pode ser uma boa opção. Dessa forma, com o auxílio desses profissionais, vai ser possível resolver futuros problemas com maior agilidade.

Aumento de vendas

Outro ponto positivo com a utilização do full commerce diz respeito a um maior número de vendas no comércio digital. Com o full commerce as vendas da sua empresa tendem a aumentar por diversos fatores, que vão desde a otimização no marketing, criação de anúncios precisos e melhor gerenciamento do estoque.

Com isso, por meio da criação de estratégias personalizadas para o consumidor, o número de vendas do seu negócio só tende a aumentar, gerando assim os melhores resultados para a sua empresa.

Redução de custos

Muitas pessoas ainda não sabem, mas terceirizar serviços ajuda na redução de custos do negócio. Isso ocorre porque a falta de conhecimento especializado em determinadas áreas pode fazer com que os valores operacionais sejam maiores.

Assim, por meio do conhecimento especializado a partir do full commerce, serão utilizadas estratégias de marketing e divulgação que não vão pesar no bolso, ao mesmo tempo que podem gerar mais vendas para a empresa.

 

Mais profissionalismo

Com o modelo full commerce, o gerenciamento de lojas virtuais é realizado com mais profissionalismo. Pois, o conhecimento técnico dos profissionais envolvidos faz total diferença na hora de estruturar as operações de uma loja virtual.

Sendo assim, com esse modelo de gestão, é possível ter um comércio virtual que atua de forma mais ordenada. Pois isso, contar com o auxílio a partir do full commerce pode tirar sua empresa do amadorismo e passando uma impressão cada vez mais profissional.

 

Melhor experiência para o consumidor

Por último, mas não menos importante, está o benefício correspondente à melhoria na experiência do consumidor. Isso porque, diversos fatores podem influenciar positivamente na experiência de compra do cliente, como é o caso do layout, responsividade da página, formas de pagamento e até o recebimento do pedido.

Logo, com o full commerce, a partir da participação de uma equipe especializada em cada área do negócio, fica fácil observar de forma individual os pontos que podem ajudar a melhorar a experiência de cada cliente.

É importante destacar que o conquistar a satisfação do consumidor é uma das principais formas de fidelizar o cliente e fazer com que ele indique a loja para amigos, conhecidos e familiares.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é o full commerce, para que ele serve e quais são as vantagens de utilizar esse modelo de gestão, já deve ter percebido que ele pode ser uma ótima solução para a sua empresa.

Logo, contar com uma equipe especializada pode trazer muitos benefícios para o seu negócio, aumentando as vendas, reduzindo custos e melhorando a experiência de cada consumidor.

Por meio do full commerce, é possível integrar sua loja a diversos mercados, fazer a gestão do site, do marketing digital, das vendas, logísticas e atendimento ao cliente. Proporcionando assim, uma experiência mais aprimorada na sua loja virtual.

Esperamos que tenham gostado desta publicação. Se você acredita que sua loja virtual precisa de uma melhoria na gestão, o modelo full commerce pode ser um grande aliado para o sucesso da sua empresa.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Aproveite e veja também

Buscando uma agência
para implantação
de e-commerce?