Descubra aqui 5 tendências de e-commerce para 2021

tendências de e-commerce

Ao longo do último ano, a cultura de consumo e as práticas de e-commerce mudaram significativamente devido à pandemia. Por isso, é necessário estar atento às tendências de e-commerce em 2021.

Tendências de e-commerce são basicamente recursos que, neste momento, já foram incorporados ao negócio e que agora podem ser os diferenciais que qualquer loja online pode colocar em prática.

Pode ser que alguns elementos que serão abordados já venham sendo usados há um tempo em suas estratégias de e-commerce, mas, a diferença é que neste ano eles veem como um grande diferencial que com certeza vai destacar sua marca no mercado. 

Por isso, neste material separamos as 5 principais tendências de e-commerce para este ano e que, somadas a uma sólida estratégia de Marketing Digital, podem levar sua empresa para o próximo nível de autoridade, expansão e vendas.

Se você quer saber quais são as tendências de e-commerce em 2021, então continue lendo este conteúdo. Está imperdível! 

Omnichannel 

As estratégias omnichannel ganharam mais espaço, pois as pessoas passam mais tempo familiarizando-se com o produto antes de comprá-lo. Hoje, não é mais tão eficiente divulgar ou vender o seu produto apenas em um canal, seja ele online ou presencial.

Por exemplo, o cliente pode encontrar a sua loja virtual na internet, mas decidir visitar a loja física para fazer a compra, ou quem sabe até fechar negócio por telefone. E porque não, o consumidor pode ver seu vídeo no Instagram e pagar no WhatsApp ou na sua página do Facebook.

Isso significa que você vai precisar ter uma comunicação única e integrada em todos esses canais de publicidade e atendimento ao consumidor. Antes, durante e após a compra.

Depois de ter uma experiência completa para seus clientes em diferentes canais e dispositivos que pareça natural e consistente, você aumentará suas vendas exponencialmente e tornará os clientes leais à sua marca.

Ah, aqui em nosso blog tem um material exclusivo sobre estratégias Omnichannel. Dá só uma olhada! 

Mobile Commerce

O consumidor, provavelmente, vai conhecer a sua loja virtual pelo celular. E pode acabar fechando a venda por ele também.

De acordo com pesquisa realizada pela Panorama Mobile Time/Opinion Box, nos primeiros seis meses de 2020, o número de brasileiros que fizeram compras ou pagamentos pelo celular cresceu de 85% para 91%.  O índice já era alto mesmo antes da pandemia.

O seu e-commerce precisa estar preparado para atender bem ao cliente enquanto ele visita a loja virtual em uma tela pequena, em relação ao computador. 

A possibilidade de comprar literalmente de qualquer lugar é um dos sinais que os consumidores têm dado aos e-commerces. Inclusive, o Statista afirmou que até 2023 73% das compras serão feitas por meio de dispositivos móveis, como celulares.

Para aproveitar essa tendência, além do desenvolvimento responsivo do site, você pode usar aplicativos mobile, que garantem maior praticidade e personalização.

Formas pagamentos 

Não é de hoje que falamos sobre a importância de oferecer diversas formas de pagamentos para o consumidor. O e-commerce deu possibilidade de expandir sua marca para cidades e até países diferentes. 

Com isso, métodos de pagamento também se flexibilizaram. Hoje, é preciso se adaptar a opções como o PayPal, Apple Pay — e agora também ao Pix. Isso será cada vez mais comum nas compras virtuais.

O pix, por ser uma transação gratuita para o comprador pessoa física, pode acabar se tornando algo comum. Para o lojista, a vantagem é receber o dinheiro bem mais rápido e por um custo mais barato do que pelo TED ou DOC.

Online e presencial

Está  cada vez mais comum que as vendas sejam feitas em diferentes plataformas e de diversas formas. Como por exemplo, a compra pela loja virtual e a retirada em loja física. Ou também a reserva do produto online e pagamento presencial no ato da entrega.

Como nem todos os lojistas estão preparados para a mudança do online, tornou-se ainda mais comum o pagamento na entrega. 

Ou seja, sites que funcionam apenas como vitrines, criados sem checkout, na qual o cliente pode ver os produtos e reservá-los online ou por telefone, mas faz o pagamento na entrega ou por venda digitada. 

Cada vez mais o meio offline estará ligado ao online, essas áreas estarão integradas.

Produtos por assinatura

Muitas empresas criaram pequenos “clubes” nos quais as pessoas, por uma quantia mensal, semestral ou anual, recebem produtos ou serviços regularmente.

Isso se aplica a quase todos os nichos:

  • Beleza;
  • Saúde;
  • Esporte;
  • Tecnologia;
  • Educação;
  • Gastronomia;
  • Entre muitos outros.

Um exemplo disso é da Glambox, marca que trabalha com assinatura de caixas com produtos de beleza variados.

Dessa forma, é possível fazer com que seus clientes retornem, em vez de comprarem apenas uma vez na sua loja. Um resultado positivo desse público regular é o aumento do Lifetime Value, ou seja, do valor que cada cliente traz para a empresa ao longo do tempo.

Separamos essas tendências de e-commerce para que você enxergue as possibilidades que estão disponíveis para sua empresa. Assim, sendo uma alternativa comercial atraente e produtiva, mesmo em tempos incertos devido à pandemia.

Essas estratégias podem orientar para onde o mercado digital está indo e quais são as necessidades e os requisitos exigidos pelos consumidores modernos dos negócios digitais.

Gostou das tendências? Você já usa alguma delas em seu e-commerce? Se você quer continuar aprendendo como potencializar seu e-commerce, então, continue acompanhando o blog e nossas redes sociais.