6 estratégias de marketing para aplicar no seu e-commerce em 2021

estratégias de marketing

Você já definiu suas estratégias de marketing para 2021? Ainda que o ano passado tenha sido turbulento para muitos negócios, o segmento de comunicação e marketing se destacou, pois foram aliados essenciais para a promoção e vendas de inúmeras marcas. 

Neste ano, isso não será diferente. Enquanto as pessoas se adaptavam ao distanciamento social, as empresas fortaleciam sua transformação digital.

Nesse sentido, a pandemia lançou novas tendências e acelerou movimentos que já vinham sendo apontados em anos anteriores, tanto no trabalho das equipes de marketing quanto no comportamento do consumidor. 

As tendências e estratégias de marketing em 2021 incluem muitas novidades e até mesmo formas diferentes de encarar o marketing online. Teremos mudanças em termos de processos, alocação de recursos e até mesmo na forma como trabalhar com algumas  ferramentas clássicas.

Se você quer trabalhar o marketing do seu e-commerce de forma assertiva e tornar suas vendas ainda melhores este ano, então vale a pena acompanhar este artigo. 

Conheça as 6 tendências de marketing  para 2021 que você pode aplicar ao seu negócio.

Boa leitura! 

Conteúdos produzidos pelos usuários

Ter um espaço para divulgar todos os conteúdos produzidos pelos seus clientes também é uma tendência de marketing muito forte para 2021. Vídeos, fotos, avaliações que sejam produzidos pelos próprios clientes trazem mais credibilidade.

Muitas pessoas procuram a opinião de outros consumidores sobre um item antes de consumi-lo. Por isso, vale a pena investir em publicações dos usuários que podem ser aproveitadas nas suas estratégias.

Ao falar de tendências e estratégias de marketing para 2021, a Deloitte mostra que a participação ativa dos consumidores nos canais da marca pode trazer benefícios. 

Ainda segundo o relatório da Deloitte, as pessoas gostam de participar das estratégias de marcas para ajudar outros consumidores.

Então, aproveite essa motivação e traga os consumidores para participar das suas estratégias. As marcas podem fazer isso, por exemplo, ao:

  • Repostar os stories de usuários que mencionam a marca;
  • Lançar desafios no TikTok para os usuários criarem conteúdos;
  • Publicar avaliações dos usuários no site ou e-commerce;
  • Criar grupos exclusivos de debates e contribuições para a marca. 

Experiência personalizada

A personalização da experiência de compra no e-commerce cria um relacionamento próximo e contínuo com o cliente. Conhecer as preferências de cada pessoa, permite que as lojas virtuais usem essas identidades para customizar campanhas, cupons, ofertas e vitrines.

É a partir de alguns dados, como consultas de pesquisa, histórico de navegação e de compras, que as empresas estão mostrando ao cliente o que realmente importa para ele.

Portanto, esses detalhes são o elemento diferenciador que permite que você interaja e transforme esses potenciais clientes em clientes lucrativos.

Essas informações podem ser acessadas por tecnologias como IA e Big Data, assim cada vez mais os e-commerces podem acessar esses serviços e entender o que seu público deseja comprar quando acessa sua loja virtual.

Compra por voz

Cada vez mais pessoas têm um assistente virtual em casa, como o Google Assistant ou a Alexa. De acordo com a Loop Ventures, até 2025, espera-se que 75% das famílias dos Estados Unidos tenham um. 

Assim, surge a grande oportunidade de trabalhar com essas tecnologias para fazer com que o seu e-commerce apareça nos resultados desse tipo de pesquisa.

Em smartphones, o uso da busca por voz é maior: baseado em dados do Google, em 2018, 27% das pessoas utilizavam voice search em dispositivos móveis. E essa estatística tende a crescer, à medida que os assistentes virtuais se popularizam, especialmente no Brasil.

Então, o SEO deve mirar na otimização dos conteúdos para as buscas conversacionais.

Tudo indica que o Voice Commerce, como é conhecido esse tipo de recurso, será um dos modelos mais interessantes para atrair e reter clientes.

Vídeos curtos e lives

TikTok e Reels vieram para ficar. Recentemente o Instagram atualizou o tempo de 15 segundos para 30 no Reels. Inserir vídeos curtos na sua estratégia de marketing com certeza é um caminho dinâmico, que pode gerar mais conexão com seu público.

Vale destacar que o alcance dos vídeos curtos também está maior nesse momento, favorecendo o engajamento.

Além disso, depois do “boom” das lives, vem a consolidação deste formato. Com horários concorridos e disputa pela audiência, quem tem conteúdo de valor para entregar se destaca.

Quem ainda quer explorar o formato, há oportunidades para criar estratégias de conteúdo que justifiquem a presença ali, como por exemplo: entrevistas com profissionais renomados, lives shows, parcerias, entre outros.

Assim, é tempo de pensar em fazer diferente para não se tornar mais uma live aleatória acontecendo no feed.

Chats e comunidades

WhatsApp e Telegram foram grandes aliados na comunicação entre muitas marcas e seus clientes. As comunidades e os conteúdos exclusivos cresceram ainda mais durante a pandemia.

Para 2021, as funcionalidades dessas ferramentas podem se expandir e criar uma comunidade em torno da sua marca pode ser uma estratégia de marketing para atingir 100% da sua audiência.   

Além de manter um relacionamento mais próximo com o cliente, é possível enviar promoções, conteúdos da sua marca, fazer enquetes, permitir que o público deixe comentários e tudo isso só tende a reforçar a imagem de seu negócio. 

Lojas interativas 

Se você deseja agregar valor aos seus visitantes e criar um vínculo, fazendo com que eles se envolvam com a sua marca, a melhor saída é apostar na interatividade.

A realidade virtual tem possibilitado que as empresas criem experiências interativas com os usuários, por exemplo, em segmentos de moda e esporte.

Assim, quanto mais elementos interativos você tiver em seu site, ou nas redes sociais do seu negócio, maiores serão as chances de criar esse vínculo e aumentar as suas vendas. 

Um exemplo são os vestiários virtuais, que por meio do uso de VR (Virtual Reality) permitem que as pessoas saibam como ficariam com as roupas do catálogo sem a necessidade de experimentá-las na loja física.

Agora que você já sabe as principais tendências e estratégias de marketing para 2021 é hora de pôr em prática. Com certeza, uma delas irá te ajudar a aumentar os números de seu e-commerce este ano. 

Se você quer mais conteúdos como este, então, é só continuar acompanhando nosso blog e nossas redes sociais.